Anucie sua empresa

Anucie sua empresa

terça-feira, 28 de maio de 2013

Zé Ramalho em Afogados! Será?

COMENTA-SE QUE ZÉ RAMALHO FARÁ SHOW EM AFOGADOS


E não é que há, nas redes sociais e blogs da região, que Zé Ramalho será uma das atrações da Expoagro de Afogados da Ingazeira.  Segundo comentários, a sua apresentação será dia 30 de junho!  Pelo mesmo a data está registrada na agenda do músico! Aguardemos,  torcendo que seja verdade!


À musa dos poetas...

Soneto à Lua 

Flutuando entre as nuvens tu me fitas
O cenário da noite é tão perfeito
Que no claro envolvente eu me deleito
E começo a dizer coisas bonitas.

Mas ás vezes percebo que me evitas,
Tens inveja de mim? Qual meu defeito?
Meu cenário de amor tu tens desfeito
Quando atrás d’uma nuvem tu levitas.

 Lua bela te digo de verdade
Sem teu brilho não sou nem a metade
 Da leveza que tem meu ser poeta...

 E te digo inda mais tua candura
 Envolvente comigo se mistura...
 Só teu brilho na noite me completa.

                       Elenilda Amaral

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Orgulho de tabirense!



Orgulho de Tabirense
  

Tudo é motivo de orgulho entre nós:
O Poço Escrito, o Carnaval, a Feira,
A Poesia (que tem vez e voz),
A Festa enorme da Mãe Padroeira...

Mas que esse orgulho não me torne algoz,
Rude e egoísta pela vida inteira,
E eu contribua (no grupo ou a sós)
Pra que esta terra, tão hospitaleira,

Passe a borracha sobre as diferenças
E, independente de cores ou crenças,
Saiba crescer sem derrubar ninguém.

E que o seu povo (nobre a toda prova),
Que fará dela uma Tabira nova,
Seja motivo de orgulho também!

                                 Dedé Monteiro 
                                 Tabira, 2009

Tabira: Fonte de Poesia

Independente da Idade,
De Governo, de Gestão...
O que nós queremos ver
É Saúde, Educação,
Cultura e Segurança
Pra renovar a esperança
A cada Emancipação.

É por isso que esta data
Traz a festa, a alegria;
Traz a vontade do novo,
Ser melhor a cada dia...
Parabéns, minha Tabira!
Que a fonte que nos inspira
Seja tua poesia!


Com nosso abraço de felicidades a todo povo tabirense, envolvido do desejo de ver melhorias verdadeiras para esta cidade que tanto amamos.

Tabira: nossa cidade!


És mãe de Dedé Monteiro,
Que enaltece o teu celeiro,
Metrificando teu dia!
 Tua história nos inspira...
Tu és, querida Tabira,
A musa da Poesia!
(Veronica Sobral)



 À nós Tabirenses...

Tabira precisa de críticas construtivas e não tão" chulas" como tenho visto nas redes sociais! Há muito tempo torço que Tabira se equipare a outras cidades do Pajeú que, além de ter um legado cultural, apresentam uma boa aparência. No entanto, vejo que o mais importante pra muita gente é discutir a politicagem... é torcer pelos erros e mostrar o que há de ruim aqui! 
É tempo de mudar a estrutura da cidade, mas também a concepção das pessoas. Seja Sebastião, Josete, Dinca ou Edmundo, cada centavo investido em obras é nosso... saiu do nosso bolso, dos impostos que arrecadamos! 
Que saibamos cobrar uma organização da cidade, mas cobrar com educação, com porte de cidadão... cidadão que se orgulhar de sua cidade e não de seu partido político! É imoral rebaixar as pessoas com expressões horrorosas... imoral para nós ( digo, para mim) que sou cidadã e não tenho interesse político! 
Vamos discutir as mudanças para Tabira com classe e ordem... assim seremos ouvidos e respeitados! Enfim, honremos nossa cidade! Honremos nosso povo! Sejamos livres das amarras políticas e discutamos políticas públicas para melhoria do que é nosso! 

Que sejamos tabirenses de coração,com um olhar cidadão em busca de uma Tabira melhor!



BREJINHO REALIZA A SEXTA DA CULTURA


Brejinho pela primeira vez realizou a Sexta da Cultura, com rimas, versos e arte pura, momento histórico e marcante na cultura dos brejinhenses, uma vez que a mesma proporcionou momentos de muita alegria para os presentes!

Alunos e ex-alunos da EJSA abrilhantaram ainda mais o momento cultural, que contou com a participação de poetas e artistas da terra, bem como, a participação de poetas de cidades vizinhas, como Nenem Patriota de São José do Egito, Zé Aldalberto de Itapetim, Lima Junior de Tuparetama, entre outros.

O público se encantou com as apresentações e espera ansiosamente pela próxima sexta da cultura.

É A SEXTA DA CULTURA / ESPALHANDO ALEGRIA / TRANSMITINDO POESIA / NAS ÁGUAS DO PAJEÚ

Veja mais fotos abaixo:

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Iguaraci: Sarau Cultural


IGUARACI RECEBE HOJE SEGUNDO SARAU CULTURAL




Alunos da escola de referência em ensino médio Cônego Olímpio Torres da cidade de Tuparetama serão as estrelas do 2º Sarau Cultural promovido pelo Governo Municipal de Iguaracy e Secretaria de Cultura, Esportes e Turismo e que conta com o apoio da Secretária de Educação.
O 1º Sarau foi um grande sucesso e a expectativa para o 2º Sarau com os alunos da escola referência é muito grande. Eles coordenam o Circo Brilhantes. O evento será hoje na praça Antônio Rabelo às oito da noite.

Fonte: Nill Júnior

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Festividades de Emancipação Política de Tabira


TABIRA REALIZA EVENTOS CULTURAIS NA PROGRAMAÇÃO DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA


Nestes dias (21 e 22), Tabira foi palco de eventos culturais: "Festival Praça é nossa" e " Festival de Cultura! O primeiro destacou o Festival de Violeiros consagrado todos os anos na Festa de Emancipação. O segundo aconteceu com recital, musicais e artistas da terra! Um momento bem especial. 





A festa de emancipação continua até segunda feira( 27). Veja a programação:


24/05 (Sexta-feira)
Renato Marinho
S.O.S Fígado
No Clear
25/05 (Sábado)
Banda Kaêra
Sevy Nascimento
BKL
Tom Oliveira e Banda
26/05 (Domingo)
Lindomar Souza
Quarteto Forrozado
Raimundo Fagner
27/05 (segunda-feira)
Festival de Violeiro

Evento Cultural: Cantilena (07 de Junho)


segunda-feira, 20 de maio de 2013

domingo, 19 de maio de 2013

Genildo Santana lança em Tabira seu mais recente livro: Nas águas do Pajeú.

Depois de João Pessoa, a cidade das tradições foi palco do lançamento de mais um trabalho do nosso querido professor, poeta, teólogo e filósofo Genildo Santana. Vários poetas desfilaram suas homenagens num evento simples e carregado de muitas emoções vertidas em versos e canções!!! 
Poeta Alexandre Morais

Poetisas Elenilda Amaral, Dayane Rocha e Erivoneide Amaral

Genildo Santana 

Genildo recebendo uma homenagem de uma linda poetisa mirim

Cláudia Lira e companhia

Nas Águas do pajeú- Genildo Santana

Participação de Fábio Luiz, Professor, cantor, poeta e Presidente da Academia Afogadense de Letras.

Poetisas de Afogados da Ingazeira: Erivoneide Amaral e Elenilda Amaral

Presença ilustre da poetisa de brejinho: Sara Silva

Dedé Monteiro, Aldo Berto acompanhados pelo pai da poetisa Sara Silva 

A turma toda reunida prestigiando O evento!


Lucinha Amaral (en) cantando com sua voz melodiosa!!

Poetisa Verônica Sobral com doçura, suavidade e poesia!!

Genildo Santana, muito emocionado fala aos amigos!!

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Poetizando...


Os quatro professores

Conversavam com tons de desenganos
Quatro bons e eternos professores,
Comungavam no grupo os dissabores
Que colheram durante longos anos.

O primeiro dizia estou sem planos,
O segundo dizia eu sinto dores,
Os meus olhos já não enxergam cores,
Minha voz foi perdida pelos danos.

O terceiro mais triste que os demais
Suspirando disse: eu não posso mais
Vou tentar me livrar da profissão.

Já o quarto movido de esperanças
Disse eu devo educar estas crianças
Pra cuidarem melhor desta nação.
           Elenilda Amaral

Lançamento do livro de Genildo Santana


GENILDO SANTANA LANÇA LIVRO EM TABIRA
Na noite do próximo sábado, dia 18, o poeta e professor Genildo Santana vai apresentar ao povo de Tabira e da região o seu novo “filho”. Trata-se do quinto livro dele, NAS ÁGUAS DO PAJEÚ. É mais uma de suas belas inspirações que será lançado no próximo sábado, a partir das 19h, na Rua José Vidal, no Mercado Cordeiro.
A noite poética contará com a participação de vários poetas e artistas do Pajeú. Uma ótima indicação para quem procura uma programação diferente e qualificada no final de semana.


Feira de Conhecimentos - Escola Pedro PIres



ESCOLA PEDRO PIRES FERREIRA REALIZA FEIRA DE CONHECIMENTOS COM O TEMA: " CULTURA DE PAZ E SUSTENTABILIDADE"



Na 8ª edição, a Feira de Conhecimentos da Escola Pedro Pires, este ano, aborda o tema  “Cultura de paz e sustentabilidade” e apresenta salas temáticas que versam sobre: “Paz no trânsito”, “A paz começa na família”, “Direitos da Criança e do Adolescente”, “Vulnerabilidade Social” , “Drogas”, “Meio ambiente e sustentabilidade” e “ Um mundo de paz”.
O objetivo é refletir sobre o reflexo  das relações humanas no desequilíbrio social e afetivo.
Portanto, todas as salas trazem uma abordagem interessante, resultado de um trabalho coletivo entre professores, alunos, equipe gestora e pedagógica. Sendo assim, venha e embarque no mundo de paz e sustentabilidade!


 Entrada da escola

Sala: Meio Ambiente e sustentabilidade ( Prof. Juliana, Eudes e Claudia)

Sala: Paz no trânsito ( Dulce, Iolanda e Genaide)


Sala: Drogas ( Prof Geilson e Ednayran)


Sala: Direitos da Criança e do adolescente( Prof Kelly, Girlândia e Cleidjan)



Sala: Vamos consertar o mundo ( Prof Maria José e Alecsandra)

Vulnerabilidade: Crianças em risco ( Prof Gustavo Barros)

Sala: A paz começa na família ( Prof Conceição, Satie, Solange e Ângela 

terça-feira, 14 de maio de 2013

Voz do Sertão...



Ouvindo a voz do sertão,
 Deus pinta com o coração
 Um cenário diferente:
 Desenha um céu de esperança
 E cada nuvem que dança
 Manda chuva de presente!
(Veronica Sobral)

Saudades...


Saudades
Clarice Lispector

Sinto saudades de tudo que marcou a minha vida.
Quando vejo retratos, quando sinto cheiros,
quando escuto uma voz, quando me lembro do passado,
eu sinto saudades...
Sinto saudades de amigos que nunca mais vi,
de pessoas com quem não mais falei ou cruzei...

Sinto saudades do presente,
que não aproveitei de todo,
lembrando do passado
e apostando no futuro...

Sinto saudades do futuro,
que se idealizado,
provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser...

Sinto saudades de quem me deixou e de quem eu deixei!
De quem disse que viria
e nem apareceu;
de quem apareceu correndo,
sem me conhecer direito,
de quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer.

Daqueles que não tiveram
como me dizer adeus;
de gente que passou na calçada contrária da minha vida
e que só enxerguei de vislumbre!

Sinto saudades de coisas que tive
e de outras que não tive
mas quis muito ter!

Sinto saudades de coisas
que nem sei se existiram.

Sinto saudades de coisas sérias,
de coisas hilariantes,
de casos, de experiências...

Sinto saudades dos livros que li e que me fizeram viajar!

Sinto saudades das coisas que vivi
e das que deixei passar,
sem curtir na totalidade.

Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que...
não sei onde...
para resgatar alguma coisa que nem sei o que é
e nem onde perdi...

Vejo o mundo girando e penso que poderia estar sentindo saudades
Em japonês, em russo,
em italiano, em inglês...
mas que minha saudade,
por eu ter nascido no Brasil,estudado no Carlota
só falar  português, embora, lá no fundo, possa ser poliglota.

Eu acredito que um simples
"I miss you"
ou seja lá como possamos traduzir saudade em outra língua,
nunca terá a mesma força e significado da nossa palavrinha.

Talvez não exprima corretamente
a imensa falta
que sentimos de coisas
ou pessoas queridas.

E é por isso que eu tenho mais saudades...
Porque encontrei uma palavra
para usar todas as vezes
em que sinto este aperto no peito,
meio nostálgico, meio gostoso,
mas que funciona melhor
do que um sinal vital
quando se quer falar de vida
e de sentimentos.

Ela é a prova inequívoca
de que somos sensíveis!
De que amamos muito o que tivemos e
 lamentamos as coisas boas
que perdemos ao longo da nossa existência...

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Fagner em Tabira


EMANCIPAÇÃO DE TABIRA RECEBE RAIMUNDO FAGNER




Parece verdade mesmo! Dia 26 de maio, Tabira recebe um dos maiores nomes da música brasileira: Raimundo Fagner! O cantor é nordestino, sim, senhor! Já gravou uma canção de Sebastião Dias: Canção da floresta! Se na voz de Sebastião a canção é linda, imagine Fagner interpretando! 

Acesse: https://www.youtube.com/watch?v=8zGa1mIg7ZE e veja a música na voz de Fagner!









Escola José Gonçalves ( Solidão): I Festival de Arte


ESCOLA JOSÉ GONÇALVES REALIZA I FESTIVAL DE ARTE E CULTURA ESTUDANTIL


Feira de Conhecimentos - Escola Pedro Pires Ferreira


VIII FEIRA DE CONHECIMENTOS É REALIZADA, NESTA SEXTA, PELA ESCOLA PEDRO PIRES FERREIRA




domingo, 12 de maio de 2013

Visitando a “Terra do Rei do Baião”


Há muito nos devíamos essa viagem. E por isso, acordar cedo num sábado de sol que mais iluminava nossa imaginação não foi tarefa difícil. Não foi mesmo!
Na ida, uma parada para um café com direito a lona no chão, um verdadeiro piquenique, em frente à Cruz de Zé Marcolino, (beira de estrada meeeesmo!), no povoado Santo Antônio, município de Carnaíba.
Seguimos viagem com algumas paradas para nos confraternizamos a cada encontro. Uma festa a cada momento de encontro e reencontro! Então a chegada não foi nem complicada, Tote nos ciceroneando pelas terras de “Luiz Lula Gonzaga”, nos levando a um bar sertanejo, onde o cardápio não poderia ser outro senão bode assado, galinha de capoeira, macaxeira, “baião de dois”, comida essa que só alimentou ainda mais a vontade de conhecer bem a história daquele que levou o sertão, O NOSSO SERTÃO para o Brasil, para o mundo!
De imediato seguimos para o Parque Aza Branca (o Aza foi registrado com z porque Luiz Gonzaga assim o quis, e por ser escrito errado, foi questionado na hora do registro, nem isso o fez mudar de ideia, natural para o sertanejo persistente, “cabeçudo”, teimoso que era). Lá no Parque Aza Branca, antiga Fazenda que Luiz Gonzaga costumava reunir os amigos, estão o museu, o mausoléu de Luiz Gonzaga e um pátio para festas. No museu encontramos a sua história, o famoso fole de ouro, um grande acervo fotográfico, os discos, os troféus, os diplomas, os títulos, inclusive o de cidadão tabirense, recebido em 1979, aqui em Tabira. Uma história que emociona muito, que nos remete a uma época de dificuldades, mas, sobretudo, de conquistas, de vitórias e de transformações para o sertão pernambucano.
De quebra, tivemos a oportunidade de conhecer a casa de Bárbara de Alencar, revolucionária da Revolução Pernambucana de 1817. Mãe de José Martiniano Pereira de Alencar, Tristão Gonçalves e Carlos José dos Santos, também revolucionários. Neste caso, Bárbara de Alencar foi avó de José de Alencar e representa mais uma figura ilustre da cidade Exu.

Cruz de Zé Marcolino, Comunidade Santo Antônio, Carnaíba-PE, nossa primeira parada 
 
 Uma das paradas da viagem, em Serrita

No almoço, todos se divertem da forma apropriada para cada um... Júlia e Carlos Eduardo

 No almoço, já em Exu, todos foram para o palco!

 A Casa de Reboco do sertanejo, no Parque Aza Branca

 Quem disse que as crianças não se divertem e não se interessam por coisas do Sertão?

 As obras do "Rei do Baião" expostas na lojinha do Museu.

Museu do Gonzagão... A história de um "rei", no PARQUE AZA BRANCA

A casa de Luiz Gonzaga

Tudo o que imaginávamos da vida de Luiz Gonzaga, em sua casa...

 
Interior da Casa de Luiz Gonzaga

 Espaço dedicado às Asas Brancas, na casa de Luiz Gonzaga

 Asa Branca - Ave símbolo do Sertão, no viveiro da Casa de Gonzagão

 Elisabeth e Estéfany, à sombra do juazeiro

Meu sobrinho Carlos Eduardo, o paulista encantado com a história de Gonzagão

Casa de Januário e Santana, onde aconteceu o fato do caneco no pote d'água... "tibungo"

Casa de Januário

Igreja de São João Batista, onde foi batizado Luiz Gonzaga

Casa do Barão de Exu

Casa de Bárbara de Alencar, Revolucionária e avó do escritor cearense José de Alencar

Marco onde nasceu Luiz Gonzaga no sítio Caiçara, Exu-PE

Câmara Municipal de Vereadores, Exu-PE

Igreja Bom Jesus dos Aflitos, Exu-PE

O sanfoneiro Joãozinho do Exu recebendo os poetas da APPTA

No Kapanda Bar, com Joãozinho do Exu, toda turma do passeio.

Que no próximo, mais poetas possam desfrutar de toda emoção que uma viagem cultural dessas é capaz de proporcionar.