Anucie sua empresa

Anucie sua empresa

terça-feira, 30 de abril de 2013

Festa da Lavadeira



Amanhã acontece a 27ª FESTA DA LAVADEIRA – desde 1987, na capital Recife. O grande encontro da Cultura Popular do Brasil: Patrimônio do povo de Pernambuco, Patrimônio Imaterial do Estado de Pernambuco. Calendário Oficial de Pernambuco. Dois prêmios Rodrigo de Melo Franco – IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). Prêmio Culturas Populares do Ministério da Cultura. Moção de apoio do Ministério da Cultura. Patrimônio Imaterial reconhecida pela ONU.
Todos esses reconhecimentos celebram a FESTA DA LAVADEIRA amanhã, 1º de Maio, com a seguinte programação:

PALCO DO MAR:  (Pátio da Igreja N. S. do Carmo)
10h - Combo X - passagem de som
11h - Urso Cangaçá de Água Fria
13h - Caboclinho Kapinawá
14h - Afoxé Povo de Odé
15h - Nacao do Maracatu Almirante do Forte
16h - Nação do Maracatu Leão da Campina
17h - Escola de Samba Preto Velho
18h - Afoxé Oxum Pandá
19h - Coco Bongar
20h - Mariana Carrizo
21h:00 - Combo X (encerramento)


PALCO DO RIO:  (Pracinha do Diário) Praça da Independência
10h – Orquestra de Frevo e Clube de Bonecos Seu Malaquias
12h – Toadas de Pernambuco
13h – Pastoril do Véio Xaveco  
14h – Coco de Umbigada 
15h – Coco de Adiel Luna
16h – Samba de Véio de Petrolina
17h – Bojo da Macaíba
18h – Afoxé Omô Obadê
19h – Maracatu Encanto do Pina



PALCO DA TERRA:  (Avenida Nossa Senhora do Carmo)
10h – Caboclinho Oxóssi Pena Branca
11h – Tribo Tapirapé
12h – Coco de Pontezinha
13h – Cavalo Marinho Boi Pintado
14h – Nação Maracahyba – PB
15h – Aurinha do Coco
16h – Coco Chinelo de Yayá 
17h – Coco do Amaro Branco               
18h – Afoxé Omin Sabá
19h – Afoxé Omô Nilê Ogunjá

CORTEJO DA LAVADEIRA:  (Avenida Dantas Barreto)
13h - Nação Maracatu Raízes do Pai Adão
14h - Caboclinhos 7 Flexas
14h:30 - Maracatu Leão da Fronteira
15h - Escola de Samba Gigante do Samba
15h:30 - Clube Carnavalesco Mixto Elefante de Olinda
16h - Nação Maracatu Estrela Brilhante de Recife
16h:30 - Maracatu Leão Formoso de Tracunhaém
17h - Afoxé Ylé de Egbá
17h:30 - Maracatu Leão Vencedor de Carpina 
18h - Nação Maracatu Porto Rico
19h - Afoxé Alafin Oyó



BRINCADEIRAS DE RUA: carro de som - 12h as 18h (Rua Duque de Caxias & Rua Estreita do Rosário)
- Nação Maracahyba - PB 
- Batuque Yá - AL 
- Maracatu Baque Mulher 
- Traga a Vasilha 
- Bonecos Gigantes de Olinda 
- Bonecos de Papangus Gigantes
- Ciranda do Mestre Ferreira
- Trio Pé de Serra Confraria do Forró 
- Véio Abidoral
- Bojo da Macaíba.




Fonte: http://festadalavadeira.blogspot.com.br





segunda-feira, 29 de abril de 2013

Cenário sertanejo depois da chuva...



Coisa mais linda essa foto... Um click da poetisa declamadora Mônica Cordeiro registrando a chegada da chuva Sertão!



Mais um BELAS TARDES DE VIOLA


Ontem, dia 28 de abril aconteceu mais uma edição do “Belas Tardes de Viola”, no Bar do Arroz, organizado pelo poeta Zé Carlos do Pajeú. A grande cantoria contou com os repentistas Raimundo Caetano e Rogério Meneses, além da declamadora apaixonada Pepita Lins, a “poetisa da saudade”, que é hoje uma das poetisas mais atuantes. 

A dupla, cantando no Mote de George Alves, nos presenteou com os belos improvisos:

Sem saber o que foi felicidade
Eu passei muitos anos no planeta
Minha vida tristonha, horrível, preta
Esquecido do povo da cidade
Minha cara só tinha uma metade
O meu peito ferido, alma ferida
E minha cara que tava dividida
Com uma nova metade eu inteirei
Deu trabalho demais, mas encontrei
Uma cara metade em minha vida
Rogério Meneses

Ela é das mulheres mais fieis
Ela sabe acalmar meus pesadelos
Ela sabe alisar os meus cabelos
Precisando ela lava até meus pés
Eu que sempre vivi nos cabarés
Envolvido em cigarro e em bebida
Namorando mulher prostituída
Que não somo o dinheiro que gastei
Deu trabalho demais, mas encontrei
Uma cara metade em minha vida
                                               Raimundo Caetano

                                                    Rogério Meneses e Raimundo Caetano


E da nossa "joia" declamadora, um dos apaixonados trabalhos:

SONETO DA LUA

Nesta ânsia de tanto te querer,
Vou viver sem temer fatalidade.
Nada mais me fará enlouquecer,
A não ser esta dor... esta vontade


De querer-te pra mim mais um pouquinho,
Mesmo sendo difícil o nosso amor...
Não há nada que encurte esse caminho
Que nos unem: paixão, luz e calor.

Mesmo assim sem querer ser sempre tua, 
Vivo eu tão sozinha como a lua
Qual espera por mais um anoitecer.


Eu te espero meu bem... só com vontade
De matar totalmente esta saudade
Qual me mata na falta de você...


Eu te espero meu bem... só com vontade
De matar totalmente esta saudade
Qual me mata na falta de você...


Pepita Lins


                                                                     Poetisa Pepita Lins

                                              Pepita apaixonando a plateia com sua declamação

                                   Mestre Dedé Monteiro e a poetisa Pepita Lins

Seminário do NEPPAS - Serra Talhada



A participação da APPTA no NEPPAS rendeu muita poesia em defesa do nosso sertão, da nossa Caatinga. Algumas demonstrações serão postadas com o "dever de casa" dos membros da Associação dos Poetas e Prosadores de Tabira, no mote :  

A CAATINGA PRESERVADA
E O CATINGUEIRO FELIZ


Eu quero, e sei que Deus quer,
Que um povo que não se vinga
Defenda a nossa caatinga
Contra invasores quaisquer;
Que homem, criança e mulher
Sejam semente e raiz
De um Sertão que sempre quis
Ver a lei ser respeitada,
A caatinga preservada
E o catingueiro feliz!

Quero ver a presidente,
Que é do Sul que só a peste,
Lembrar também do Nordeste,
Refém da seca inclemente;
Cuidar da dor desta gente
Que é filha deste país!
Gente que estrebucha e diz
Que quer segurança, estrada,
A caatinga preservada
E o catingueiro feliz!

Quero que a nossa saúde
Saia do dez, vá pro cem!
E que a educação também
Meta os pés, acorde e mude!
Quero ver uma atitude,
Qual decisão de juiz,
Pra que esta terra infeliz
Tenha, em vez de devastada,
A caatinga preservada
E o catingueiro feliz!

Quero escutar, da tribuna,
Dilma fazendo a defesa
Da rolinha, da burguesa,
Da jurema, da braúna,
Do sabiá, da graúna,
Dos pés de angico e de oitis.
Quero ouvir os juritis
Deixando a mata encantada,
A caatinga preservada
E o catingueiro feliz!

Quero paz pro juazeiro,
Caroá, mandacaru,
Xiquexique, pé de umbu,
Umburana e marmeleiro.
Quero ver, no tabuleiro,
Preá junto com perdiz,
Os maestros bem-ti-vis
Animando a passarada,
A caatinga preservada
E o catingueiro feliz!

Quero que este nosso anseio
Seja acatado em Brasília,
E a Agricultura em Família
Apoiada sem receio,
Pra que, ao fim, sem aperreio,
Em vez dessa “cicatriz”,
Se veja um sorriso-giz,
A tristeza derrotada,
O sertão dando risada,
A caatinga preservada
E o catingueiro feliz!

Dedé Monteiro
Serra Talhada, 27/04/2013

Lançamento de cordel infantil: Alexandre Morais

ALEXANDRE MORAIS LANÇA CORDEL INFANTIL




I Sarau Cultural de Iguaraci

PRIMEIRO SARAU CULTURAL DE IGUARACI REPERCUTE POSITIVAMENTE


Iguaraci recebeu, sexta ( 26), seu primeiro Sarau Cultural, idealização da Secretaria de Cultura e Esportes da Prefeitura Municipal. A iniciativa soma-se a outros projetos interessantes como o Balaio Cultural, em Tuparetama e a Cantilena na Ingazeira. Segundo o site  Nill Júnior, o Sarau consolida Iguaraci no roteiro cultural da região. 

Na primeira edição, aconteceu o lançamento do CD "Minha Droga é a poesia" do poeta Vinicius Gregório e recebeu atrações como: Dudu Morais, Celso Brandão, Diomedes Mariano, Arnaldo Pessoa, Adelmo Aguiar, Lázaro Pessoa, Wellington Rocha, Lima Júnior, Quarteto Xotear, Grupo Bonde Mix Hop e Capoeira Mensageiro da Senzala. A apresentação foi de Silvano Cardoso. O modelo seguiu o padrão de projetos que estão dando certo na região. A iniciativa foi comemorada pelos participantes, por mais um espaço criado para a cultura popular do Pajeú.






III Seminário NEPPAS: Um sucesso!




SERTÃO DISCUTE PRESERVAÇÃO DA CAATINGA



Agricultores, acadêmicos, gestores públicos e representantes de movimentos sociais  participaram do III Seminário NEPPAS: caminhos e olhares da agroecologia nos sertões de Pernambuco. O evento aconteceu  de 25 a 27 de abril, na Unidade Acadêmica de Serra Talhada da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UAST/UFRPE).
  
O  seminário objetivou  dialogar sobre experiências agroecológicas do sertão do Pajeú e do Araripe pernambucano. A programação do seminário contemplou debates sobre os desafios e potenciais da produção agroecológica, avaliação das políticas públicas para a agricultura familiar e discussão das formas de convivência com o bioma da caatinga e das alternativas para construção da autonomia camponesa.
No sábado aconteceu a Feira Agroecológica e exposição de trabalhos das escolas da região. A Associação de Poetas e Prosadores de Tabira (APPTA) realizou um recital abordando a temática: “Povos da caatinga: caatingueiros e caatingueiras!”. Estiveram lá: Dedé Monteiro, Neide Nascimento, Andreia Miron, Veronica Sobral, Mônica Cordeiro, Sara Cristovão, Zé de Mariano, João Pedro, Rayane Brito, Paulo Monteiro e Caio Meneses. Também participaram do evento a AMURT ( Associação de Mulheres de Tabira), Escola Carlota Breckenfeld, Escola Municipal Odano Pires e escolas de Serra Talhada!  O registro fotográfico é do Secretário de Cultura de Tabira Edgley Freitas.


O evento foi organizado pelo Núcleo de Estudos, Pesquisas e Práticas Agroecológicas do Semiárido (NEPPAS), da UAST/UFRPE, em parceria com a comunidade Carnaúba do Ajudante, de Serra Talhada (PE), Centro de Educação Comunitária Rural (CECOR), Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), Centro de Assessoria e Apoio a Trabalhadores/as e Instituições Não Governamentais Alternativa (Caatinga), Prefeitura de Serra Talhada, Centro Agroecológico Sabiá e casa da Mulher do Nordeste (CMN).



AMURT

EREM Carlota Breckenfeld - Turma da professora Lívia Lima

Representação da Cooperativa de Mel e Sec.MeioAmbiente de Tabira


Paulo Monteiro



João Pedro


Veronica Sobral

Andreia Miron

Dedé Monteiro

Caio Meneses


Zé de Mariano

Mônica Cordeiro

Neide Nascimento

Sara Cristovão

Rayanne Brito




Parceria em prol da Cultura


Querendo muito contribuir com a nossa cultura, com a divulgação da nossa poesia e, por que não, alargar os horizontes para a participação das mulheres no mundo artístico/cultural, em especial na poesia, me dispus a colaborar com o blog dessa poetisa grande! Para mim (além de todas as qualidades que reúne sua personalidade) uma grande amiga, o que é suficiente para saber que comungamos dos mesmos anseios ideológicos capazes de nos fazer levar informação do que há de mais gostoso, simples e belo da nossa cultura.  
Espero sinceramente chegar perto do que foi dito por ti. Espero mesmo contribuir!

Abraço, Andreia Miron

domingo, 28 de abril de 2013

Grande parceria!


Gente,


Chego com uma notícia linda para cada um que lê e acompanha nossas postagens, nossas páginas!

Nosso Blog,  a partir de hoje, ganha uma parceria maravilhosa: a contribuição da poetisa Andreia Miron. Ela também fará  postagens dos registros significativos da nossa cultura, da nossa poesia, das coisas do nosso povo!

Andreia é poetisa desde quando nasceu! Tem um carinho imenso pelas coisas do nosso Pajeú, pela cultura do nosso povo! Sócia da Associação de Poetas e Prosadores de Tabira ( APPTA) desde 1997, é, atualmente,  presidente da Associação!



Poetisa, seja bem- vinda!

Abraços poéticos!

                                                                            Veronica Sobral



Lançamento da gente: Genildo Santana


POETA GENILDO SANTANA LANÇA LIVRO " NAS ÁGUAS DO PAJEÚ"




Mais um livro do poeta Genildo Santana estará nas estantes poéticas do Sertão.  A obra " Nas águas do Pajeú", 5º livro do autor, reúne poemas lindos e maravilhosos do poeta sobre a poesia e a cultura do Pajeú! Segundo Genildo, o livro é informativo e traça o perfil dos poetas de nossa região.É um material que pode ser trabalhado em escolas, oficinas de poesia. 
O lançamento acontecerá em João Pessoa, dia 10 de maio. Com certeza, brevemente desaguará no Pajeú, numa correnteza incrível de poesia!

Genildo é tabirense, apresentador do Programa : Cidade Cultural ( Rádio Cidade FM) e membro da Associação de Poetas e Prosadores de Tabira - APPTA




sexta-feira, 26 de abril de 2013

REMÉDIO PARA TRATAMENTO DE LINFOMA É NEGADO PELO SUS

Gente,


Desde 1996 meu irmão é portador de câncer ( linfoma não-Hodkin) . Descobriu quando tinha 9 anos! Em 2010 houve a recidiva, novamente apareceram os sintomas na doença localizada no pescoço. Fomos para o  Hospital das Clínicas e, após diagnósticos e exames, o Hematologista indicou RITUXIMAB associado à quimioterapia, único remédio capaz de combater a doença agressiva. Porém já nos alertou que o SUS não disponibilizaria. Pesquisando sobre o remédio, descobrimos que cada dose custava  R$ 6.900,00. Meu irmão precisaria  de 6 doses. Com nossos bens  seria impossível custear. 

Depois de procurar GERES e Secretaria do Estado de Pernambuco e não obter sucesso, resolvemos entrar com uma ação na justiça e ( pasmem!) a justiça autorizou a disponibilização do medicamento pelo Estado. Já no final do tratamento, recebemos um comunicado de que o Estado havia recorrido e ganhado a causa. Sorte que o tratamento já estava encerrado! 

E agora, quando vi essa reportagem, relembrei de tudo que passamos. E indaguei: o Estado realmente se preocupa com o bem comum e a saúde do seu povo?


Leia:



Rituximabe, medicamento usado para tratamento de linfoma não Hodgkin, não ganhou aprovação para combater versão folicular da doença 

O remédio usado pela presidente Dilma Rousseff para o tratamento do câncer no sistema linfático que teve em 2009, o rituximabe, foi vetado em caráter preliminar pelo Sistema Único de Saúde (SUS) para ser prescrito a pacientes da rede pública. 
O documento, da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias do SUS (Conitec), esteve até esta segunda-feira em consulta pública e causou protestos de médicos e da Associação Brasileira de Linfoma e Leucemia (Abrale). Já na rede privada, o mesmo medicamento tem licença da Agência Nacional de Vigilância Sanitária para ser receitado desde 1998.

Dilma foi curada de um linfoma não Hodgkin de grandes células B. Para este tipo de linfoma — um entre os 20 tipos existentes e que acomete 30% dos pacientes com a doença — o SUS já aprovou o uso do rituximabe. Mas para o linfoma não Hodgkin folicular, responsável por outros 20% dos casos, o parecer prévio da Conitec informou que não foram encontradas evidências que justificassem o uso do remédio. Em média, o tratamento completo com o medicamento custa cerca de R$ 50 mil, de acordo com a Abrale.

A Conitec fez o parecer usando informações da Roche, farmacêutica que fabrica o remédio e pediu à comissão a licença para fornecer o remédio à rede do SUS.
Agora, terminado o prazo para consulta pública, a comissão do SUS terá que divulgar se mudou de ideia ou manterá o medicamento fora da lista fornecida pela rede pública. De acordo com o Ministério da Saúde, o parecer final deverá ser anunciado entre os meses de maio e junho.

 A comunidade médica internacional inteira recomenda o uso deste medicamento para o tratamento da doença. É como prescrever penicilina para tratar pneumonia. Não foi usado um critério médico, mas sim econômico para vetar o uso do rituximabe — afirma o oncologista Daniel Tabak, ex-diretor do Instituto Nacional do Câncer.



quinta-feira, 25 de abril de 2013

Domingo: Belas Tardes de Viola!

ACONTECE NESTE DOMINGO...


Orgulho do sertão!


DANIEL FERREIRA RECEBE PRÊMIO DE JORNALISMO



             O jornalista Daniel Ferreira recebeu o prêmio Cristina Tavares de Jornalismo ontem (23/04) à noite no Teatro Santa Izabel em Recife. A premiação foi na categoria Assessoria de Imprensa com o trabalho “Desarticular é retroceder – Mobilização pela continuidade da parceria do governo federal com a ASA (Articulação no Semiárido Brasileiro)”, juntamente com as jornalistas Catarina de Angola, Fernanda Cruz De Oliveira, Gleiceani Nogueira, Mariana Mazza e Verônica Pragana. 

Orgulho do Pajeú,  Daniel é natural de Carnaíba, mas reside em Afogados da Ingazeira! 
Parabéns!





quarta-feira, 24 de abril de 2013

Florbela Espanca



FLORBELA ESPANCA: POETISA PORTUGUESA


Florbela Espanca (Vila Viçosa8 de Dezembro de 1894 — Matosinhos8 de Dezembro de 1930), batizada como Flor Bela de Alma da Conceição Espanca, foi uma poetisa portuguesa. A sua vida, de apenas trinta e seis anos, foi plena, embora tumultuosa, inquieta e cheia de sofrimentos íntimos que a autora soube transformar em poesia da mais alta qualidade, carregada de erotizaçãofeminilidade e panteísmo.



Eu ...


Eu sou a que no mundo anda perdida,
Eu sou a que na vida não tem norte,
Sou a irmã do Sonho,e desta sorte
Sou a crucificada ... a dolorida ...


Sombra de névoa tênue e esvaecida,
E que o destino amargo, triste e forte,
Impele brutalmente para a morte!
Alma de luto sempre incompreendida!...


Sou aquela que passa e ninguém vê...
Sou a que chamam triste sem o ser...
Sou a que chora sem saber porquê...


Sou talvez a visão que Alguém sonhou,
Alguém que veio ao mundo pra me ver,
E que nunca na vida me encontrou!

                           ( Florbela Espanca)

segunda-feira, 22 de abril de 2013

Fagner em Tabira?


FAGNER FARÁ SHOW EM TABIRA?



Nas redes sociais circula um cartaz anunciando Raimundo Fagner na Festa de Emancipação Política de Tabira! Será?


Tabira: Programação da mobilização

PROGRAMAÇÃO DA MOBILIZAÇÃO NACIONAL EM TABIRA


Semana de Mobilização da CNTE

É muito constrangedor
E revoltante também
Saber que o nosso estado
O pior salário tem
E o diálogo não é bom
O governo dá o tom
Pra mostrar quem manda mais
Vai à TV, faz bonito,
Mas não resolve o conflito
Que em nossa escola jaz!

As evidências são claras
 E pouco se conquistou
Pois distribuir o tablet
E viagem ao exterior
Não deu conta da mudança
Nem fez nascer a esperança
Que a sociedade almeja
Quer saber, governador,
Invista no professor
Como professor deseja!

( Profª Alecsandra Barros)
                                                                                 


ATIVIDADES
SEGUNDA-FEIRA:
Leitura e discussão do texto: “Semana de Educação da CNTE”;

Anúncio da mobilização e divulgação do calendário de atividades:


Segunda-feira
Mobilização dos estudantes;
Vivência da sequência didática elabora da pelos professores com o tema: Educar para Cidadania - com educação não se brinca!

Terça-feira
Utilização das rádios locais para esclarecimento e mobilização da comunidade

Quarta-feira
  Paralisação geral
Debate – Câmara de Vereadores – 19h
Quinta-feira
Paralisação geral
Sexta-feira
Avaliação nos espaços escolares

Segunda – feira ( 22/04/2013)
SEQUÊNCIA DIDÁTICA:
ü  SENSIBILIZAÇÃO - Realização de dinâmica das profissões:

O professor organiza previamente tarjetas contendo várias profissões (médico, dentista, professor, policial, enfermeiro...) e deve colocá-las embaixo das carteiras, solicitando que os estudantes, um a um, verifiquem que profissão está na sua banca.  O professor vai orientando a discussão: essa profissão é valorizada? Quais são os pontos positivos e negativos desse trabalho?  É bom deixar a tarjeta professor para o final questionando os estudantes: quem gostaria de ser professor ou professora? Por quê? Qual dessas profissões é muito importante para que existam todas as outras?

ü  Exibição do vídeo: Comercial 2011 valorização do professor do Todos Pela Educação, disponível no endereço: http://www.youtube.com/watch?v=OOfl6J8hL5g.

ü  Exploração do texto “Indignação e Revolta”.

ü  Levantamento das dificuldades encontradas pelos estudantes no ambiente escolar podem ser citadas para discussão, dependendo da realidade da escola: biblioteca( acervo e pessoal), internet, climatização, professores efetivos, espaço físico adequado, quantitativo de alunos por turma;

ü  Produção:

Podem ser produzidos gêneros textuais diversos: poemas cartazes, vídeos, panfletos que serão expostos na mobilização na câmara dos Vereadores de Tabira.


Paralisação da Educação - 23 a 25 de abril!

PROFESSORES PARAM A PARTIR AMANHÃ







sábado, 20 de abril de 2013

Seminário NEPPAS


NEPPAS REALIZA III SEMINÁRIO:  CAMINHOS E OLHARES DA AGROECOLOGIA NOS SERTÕES DE PERNAMBUCO


           

       O Núcleo de Estudos Pesquisas e Práticas Agroecológicas do Semiárido – NEPPAS, que tem por objetivo fortalecer a agricultura familiar e camponesa da região promove o III Seminário NEPPAS: Caminhos e olhares da agroecologia nos sertões de Pernambuco. 
              O evento acontecerá de 25 a 27 de abril, em Serra Talhada,  e contará com a participação de agricultores, alunos, técnicos, professores e a comunidade em geral. Como todo ano, o seminário é fruto da parceria do NEPPAS com o CECOR, SABIÁ, IPA, CMN, CAATINGA, FAST, CMDRS e que traz nesse ano duas temáticas: Convivência com o Semiárido: O Lugar das Políticas e do Político e Políticas Públicas para a Agricultura Familiar.

A Associação de Poetas e Prosadores de Tabira fará recitam no dia 27, na exposição: Povos da caatinga: caatingueiros e caatigueiras!

Veja a programação aqui: 

http://www.ufrpe.br/uast/newsite/images/arquivos/2013/04/folder.pdf 






Em defesa do Bioma caatinga!


ROLINHA DA CAATINGA, QUEM VÊ POR AÍ?! 





Entre as aves da caatinga nordestina, nenhuma é mais conhecida do que as rolinhas. Há uma infinidade de espécies de rolinhas, contudo na caatinga as mais conhecidas são a rolinha cafofa, a rolinha caldo de feijão, a rolinha cascavel, a rolinha branca, azul, entre outras. 


Essas aves pertencem a família columbidae que pode ser encontrada em muitas regiões do mundo. O que chama a atenção das rolinhas é que elas são de modo geral consideradas aves preguiçosas, isto é, faz seu ninho sem muito capricho. Basta juntar um pouco de gravetos e logo vão colocando os ovos. 

Tem um detalhe interessante, muitas rolinhas repetem sua postura em um mesmo ninho por muitas vezes. Já foram ninhos com mais de 5 camadas que são formadas pelas fezes dos filhos. 

Nos últimos tempos, pouco se ver essas aves por aqui! É preocupante!