Anucie sua empresa

Anucie sua empresa

terça-feira, 9 de julho de 2013

Rosa Pires: saudade imensurável

TABIRA PERDE ROSA PIRES






Depois de lutar mais de 2 anos contra câncer, Rosa faleceu na noite de ontem (08/07), em sua residência! Com 52 anos, Rosa Pires deixou marcada parte da história de Tabira nas suas aulas, nas quadras de esportes. Espírito de liderança, companheirismo e carinho pela docência, a professora fez muitos amigos nas escolas por onde passava. Por muitos anos foi professora da Escola Arnaldo Alves Cavalcanti, dividindo com Dedé Monteiro ( seu irmão), Teté e Nildinho, conquista dos Jogos Regionais do Sertão do Pajeú! Tantos troféus e tantas medalhas dedicadas a ela!  Foi idealizadora de ums dos maiores eventos de cultura estudantil da Escola Arnaldo ( FIPP - Festival  de Interpretação de Prosa e Poesia. O primeiro criado na região.   Assumiu a diretoria da escola citada por alguns anos. Por fim, exerceu a profissão na Escola Pedro Pires Ferreira, onde até hoje era lotada como professora de Língua Portuguesa ( aposentada em 2011) e de Educação Física. Amada pelos seus alunos, colegas, a professora sempre trazia alegria por onde passava, cutucava Dedé Monteiro ( seu irmão), para escrever poemas registrando fatos engraçados da escola! Sempre era assim!

Mãe exemplar, esposa dedicada, Rosa era apaixonada pela  família e a família por ela! Dividia o que tinha sem pensar em pormenores! Era humana, solidária, amiga! Poetisa, herdeira do sangue do verso, Rosa escrevia vez ou outra!  
Sua partida deixa uma saudade indescritível, uma dor irreparável!

A Escola Pedro Pires registra sua homenagem , em nome de cada aluno, cada atleta, cada professor:


Às vezes me pego ouvindo sua voz
Com pontos e vírgulas e exclamação!
Tantas concordâncias naquela oração
E você tranquila desatando os “nós”!
Algumas em grupo e outras a sós,
Você orienta cada atividade...
E nesse momento morro de SAUDADE
Queria que o tempo voltasse e, eu
Pudesse, de novo, ser aluno seu
Para encher meu peito de felicidade!

  
Ouvindo os seus gritos dizendo “ Pra frente!”
“Joga a bola!” “Vai!” “Você vai vencer!”
Cada dia desses me fez perceber
O quanto, conosco, sempre é competente!
A sua presença sei que foi presente
Que Deus destinou pra nos ensinar:
Que vence na vida quem sabe lutar
E a luta é o prêmio maior da vitória!
Você é um marco nessa nossa história
Que a Pedro Pires soube eternizar!

E pra família Monteiro, digo o seguinte:

Poetas,eu sei que a dor,
De vê-la agora partir
Não cabe na poesia
Nem é possível medir...
Porém do lado de Deus
Ela ouvirá versos seus
E com Ele vai aplaudir!


Para José Antonio Monteiro, o filho querido, único e tão bom de Rosa, digo:


Tua dor imensurável
Cada um de nós já sente...
Palavras serão palavras..
Superficiais somente,
Porém, José, acredito
Que teu amor tão bonito
Ela guarda eternamente!



Descansa em paz, Rosa! Teu legado faz parte da nossa história! Tabira te agradece por ser tua mãe!

Um comentário:

Anônimo disse...

Obrigado, querida Verônica!

Você é "SOBRANDO" em tudo que faz.

A "flor" do jardim de baixo perfuma, adora, o de cima.

O abraço e a gratidão da família!

Dedé Monteiro