Anucie sua empresa

Anucie sua empresa

quinta-feira, 18 de abril de 2013

Um soneto de amor...



DESEJO PROIBIDO

Os teus olhos me dizem o que não quero
Enxergar, no momento em que te vejo!
Tua boca demonstra o teu desejo
De beijar minha boca! (Ah, como espero!)

Cada vez que te encontro e te revejo,
Te desenho mais puro e mais sincero
E sofrendo por ti, me desespero,
Pois te ter - Oh, meu Deus - como eu almejo!


Eu queria jogar-me nos teus braços,
Envolver-me, feliz, nos teus abraços
E viver tua vida intensamente!


Mas a vida, entretanto, é insensível:
Colocando obstáculo intransponível,
Proibindo de ter-te plenamente!

(Veronica Sobral)

Nenhum comentário: