Anucie sua empresa

Anucie sua empresa

sábado, 13 de abril de 2013

Poetisa do Pajeú!


POETISA ELENILDA AMARAL





Elenilda Bezerra do Amaral, nascida em 23/02/1987 na cidade de Tavares-PB. É paraibana por naturalidade e pernambucana de coração. É professora em Afogados da Ingazeira e membro efetivo da AAL Academia Afogadense de Letras. Adora a poesia popular e acredita que Educação com arte não educa apenas, mas transforma o homem num ser mais sensível, contudo mais humano.

Veja um dos sonetos dela:

Eu sinto fome

Por que culpam se sinto tanta fome
De justiça em um mundo tão insano
Onde o homem vivendo em desengano
Enganando a si mesmo se consome.

Minha fome é voraz, quase não come
Tal virtude é escassa ao ser humano
Que se perde em si mesmo ano após ano
Como um bicho, não há quem mude ou dome.

E por ser ou querer ser sempre justa
A angústia persegue e a mim me custa
Longas horas penando sem ter paz,

Mas não calo nem sendo torturada
Quero ter minha fome saciada
Que justiça querendo a gente faz.

Nenhum comentário: