Anucie sua empresa

Anucie sua empresa

sábado, 13 de abril de 2013

Meus rascunhos...

Soneto ao meu filho...

Toda vez que te vejo com a mão
Estirada, pedindo o meu abraço,
Eu percebo o meu tempo bem escasso,
Em te dar meu carinho e atenção!

Quantas horas, meu filho, não te vejo
Mas eu quero que creias! - é verdade!
Bebo goles imensos de saudade,
Conto as horas do tempo e meu desejo

É voltar para casa e te encontrar,
É sentir que és meu e te abraçar
E sentir o sabor da poesia...

Pois no abraço do meu suor diário
Tuas mãos aliviam o meu calvário
Renovando árduas horas do meu dia! 
                                                                   ( Veronica Sobral)

5 comentários:

Anônimo disse...

ESSE E PRA MIM.JOAO PEDRO SOBRAL



Anônimo disse...

ESSE E PRA MIM.JOAO PEDRO SOBRAL



Blog Veronica Sobral disse...

Pois é, meu amor lindo!

Anônimo disse...

brigado mainha muito obrigado

Blog Veronica Sobral disse...

ô, papai lindo!!!

Mamãe ama, viu?

bjo!