Anucie sua empresa

Anucie sua empresa

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Homenagem...

APPTA PRESTA HOMENAGEM A OSVANILDO

A Associação dos Poetas e Prosadores de Tabira - APPTA presta uma homenagem ao poeta Osvanildo,no mote:

SIMPLICIDADE, GRANDEZA,
VERDADE E SABEDORIA!

Nosso irmão foi, na verdade,
Tudo que um Cristão alcança:
Coragem, Fé, Esperança,
Compromisso, Caridade,
Amor, Perdão, Humildade,
Compreensão, Cortesia,
Honestidade, Alegria,
Honra, atitude, presteza,
Simplicidade, grandeza,
Verdade e Sabedoria.
                Dedé Monteiro

A vida inteira engajado
Nas causas bem sociais
Sempre a procura de mais,
Nos grupos, organizado.
No verso improvisado,
Defensor da poesia!
Na sua curta estadia
Só encontramos presteza,
Simplicidade, grandeza
Verdade, sabedoria.
                                 Andreia Miron



Sua vida, certamente,
Por Deus foi analisada
E por sua caminhada,
Deus quis tê-lo eternamente.
Mas já ficou a semente
De amor à poesia!
Osvanildo silencia,
Mas nos deixa esta certeza:
      Simplicidade, grandeza
     Verdade e sabedoria.
                              Veronica Sobral


Tabira perde uma alma,
Que vai pro céu versejar.
Saudades sim, vai deixar,
Mas Deus nos oferta calma
E resta lhe render palmas
Lembrar da sua alegria,
Nas manhãs de cada dia...
Pois mostrava na limpeza:
Simplicidade, grandeza
Verdade e sabedoria.
                           Ari Miron



Osvanildo foi embora
Deixou saudade de eito
Pegava as causas dos outros
Resolvia ou dava um geito
Tinha um coração tao grande
Que mal cabia no peito.


Osvanildo, esse era rico
Um verdadeiro cristão
Tinha atitudes divinas
Um lapa de coração
Rico do amor de Deus
Cheio de fé e ação.

(versos feitos no percurso para o cemitério)

As vezes nós procuramos
Entender qual a razão
Ao parar um coração
De um irmão que amamos
Mesmo assim não contestamos
Pois deus nos dirá um dia
Ele com sua alegria
Deixou pra nós com certeza:
Simplicidade, grandeza
Verdade e sabedoria.
                                               James Dion


Se Deus faz tanta questão
Tirar os anjos da terra...
Sabendo que Ele não erra.
Levanto essa indagação...
Porque botar num caixão
Um poeta tão ativo?
Mas um homem criativo
Se eterniza no que cria
De alma e de poesia
Osvanildo inda está vivo.


Agora na vida plena
Que Deus dará igualdade
Poucos seres na verdade
Assistirão esta cena:
A terra acabar com pena
A mente que já não cria
Mas que fez da poesia
Sua arma de defesa
SIMPLICIDADE, GRANDEZA
VERDADE E SABEDORIA.
                                    Dudu Morais

Nenhum comentário: