Anucie sua empresa

Anucie sua empresa

sábado, 22 de janeiro de 2011

Bem longe do meu Sertão...


Passando alguns dias em São Paulo para visitar familiares, tive a oportunidade de visitar alguns espaços importantes de lá. Um dos sonhos era conhecer o Museu da Língua Portuguesa situado na Estação da Luz.
Gente! É fantástico!

Inaugurado oficialmente no dia 20 de março, o Museu da Língua Portuguesa abriu suas portas ao público no dia 21 de março de 2006. Em seus três primeiro anos de funcionamento mais de 1.600.000 pessoas já visitaram o espaço, consolidando-o como um dos museus mais visitados do Brasil e da América do Sul.

O Museu contou com uma equipe de criação e pesquisa composta por mais de trinta profissionais qualificados, dentre eles sociólogos, museólogos, especialistas em língua portuguesa e artistas que trabalharam sob a orientação da Fundação Roberto Marinho, instituição conveniada ao Governo do Estado de São Paulo responsável pela concepção e implantação do museu.

Seu projeto foi avaliado em aproximadamente R$37.000.000,00 (trinta e sete milhões de reais) que foram usados para financiar a criação, pesquisa, implantação do museu e restauro do Prédio da Estação da Luz. O projeto arquitetônico é de autoria de Pedro Mendes da Rocha e Paulo Mendes da Rocha.

O Museu da Língua Portuguesa, dedicado à valorização e difusão do nosso idioma (patrimônio imaterial), apresenta uma forma expositiva diferenciada das demais instituições museológicas do país e do mundo, usando tecnologia de ponta e recursos interativos para a apresentação de seus conteúdos.

Desde agosto, acontece a Exposição da obra do poeta Fernando Pessoa. Lá, é possível ter acesso a obras originais e digitalizadas do poeta. Infelizmente o espaço não pode ser fotografado com flash e, sem, as fotos não ficam legais.
 
Durante o percurso, conhecemos a Catedral da Sé . É muito linda e acolhedora. Senti uma paz interior ao entrar no templo.


A Catedral Metropolitana de São Paulo ou Catedral da Sé, localiza-se na Praça da Sé, no centro da cidade de São Paulo. É um dos cinco maiores templos neogóticos do mundo. A catedral é o templo principal da paróquia de Nossa Senhora Assunção e São Paulo, criada em 10 de agosto de 1591





Seguimos para o Museu do Ipiranga. Impressionante o arcevo relaiconado à Independencia do Brasil e a história de São Paulo. Impoosível não parar, ler e apreciar cada espaço, cada sala.

O Museu Paulista da Universidade de São Paulo, conhecido também como Museu do Ipiranga ou simplesmente Museu Paulista, é um museu brasileiro localizado na cidade de São Paulo, sendo parte do conjunto arquitetônico do Parque da Independência. É o mais importante museu da Universidade de São Paulo e um dos mais visitados da capital paulista. É responsável por um grande acervo de objetos, mobiliário e obras de arte com relevância histórica, especialmente aquelas que possuem alguma relação com a Independência do Brasil e o período histórico correspondente. Uma das obras mais conhecidas de seu acervo é o quadro de 1888 do artista Pedro Américo, "Independência ou Morte".






Em cada exposição, retomávamos o momento histórico que o Brasil viveu e a importância para a nossa atualidade!

E enquanto isso, no meu Sertão maravilhoso, ouço a notícia dos eventos poéticos. Um deles, o lançamento dos livros de Dedé Monteiro e Gonga. Ainda bem que voltei a tempo e prestigiarei o Lançamento em Tabira dia 28.
Veja o convite:



Um comentário:

Anônimo disse...

Oi, Verônica
Há seis meses estive em S. Paulo e o meu principal programa depois de rever os familiares era o de conhecer O Museu da Língua Portuguesa. Lamento por não ter ído, mas guardei do Jornal do Comércio os comentários sobre o CERTO que parece errado e o ERRADO que parece certo no uso da nossa amada língua-mãe.