Anucie sua empresa

Anucie sua empresa

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Indicação de Leitura...

PALAVRAS AO PLENILÚNIO...




Nem sei por que passei tanto tempo sem comprar o livro: "Palavras ao Plenilúnio" que reune obras do poeta João Batista de Siqueira - Cancão. 
 Palavras ao plenilúnio, obra organizada por Lindoaldo Vieira, reúne a inspiração de um poeta que via o mundo de forma única e, transmitia isso,com muita propriedade em seus versos. Cancão, em seus versos, descreveu o indescritível, transmitiu o que ninguém consegue transmitir. Somente um poeta com a alma tão sensível o faria isso! Um exemplo, é a descrição que é feita no poema: "  A Casa do ébrio":

Era um casebre tristonho
De cujas paredes tortas
Vinha o rangido enfadonho
Dos gonzos de duas portas.
As telhas já nodoadas
Duas roletas deitadas
Numa camarinha escura.
O vento, quando passava
Parecia que falava
Nas frinchas da fechadura.

Na parede do nascente
Um banco desmantelado
Um garrafão de aguardente
Que ainda havia sobrado.
Junto ao quarto de dormida
Cera que foi derretida
Do resto de algumas velas.
No chão, marcas de escarros
Cacos de vidros, cigarros
rolavam por cima delas.

(...) 

Uma criança chorava
Juntinho da mãe doente
Que com esforço lhe olhava
Mas já com ar diferente.
O rosto banhado em pranto
Deitada sobre um recanto
Numa parede encostada
A face triste e sombria
Que durante aquele dia
Nao tinha comido nada.

Depois, um homem barbado
Entrava cambaleando
Num andar lento e pesado
Exasperado, falando.
Um ferimento num braço,
Se ia aumentar o passo,
Botava a mão na parede.
Sorria e depois chorava
Pelos seus traços, mostrava
Sinais de quem tinha sede.


Poemas maravilhosos fazem parte dessa obra de Cancão, um egipciense que deixou marcas da poesia popular, bem feita e inspirada no sertão tão nosso... na vida... no ser humano!



2 comentários:

Anônimo disse...

Obrigado, Verônica.
Palavras gentis como as suas são a paga maior pela labuta em nome da arte de nosso povo.
Aproveito a deixa pra deixar um recado: em breve, será lançado um cd só com músicas de Cancão.
Explico: o mestre Tonino Arcoverde (que já lançou os discos Dança das Abelhas e Chuva) musicou 14 poemas de Cancão e nos presenteará com uma arranjação de deslimites e deslonjuras entre a poesia e a música.
Uma vez mais, muito obrigado.
Lindoaldo

Lindoaldo disse...

Obrigado, Verônica.
Palavras gentis como as suas são a paga maior pela labuta em nome da arte de nosso povo.
Aproveito a deixa pra deixar um recado: em breve, será lançado um cd só com músicas de Cancão.
Explico: o mestre Tonino Arcoverde (que já lançou os discos Dança das Abelhas e Chuva) musicou 14 poemas de Cancão e nos presenteará com uma arranjação de deslimites e deslonjuras entre a poesia e a música.
Uma vez mais, muito obrigado.
Lindoaldo