Anucie sua empresa

Anucie sua empresa

terça-feira, 29 de junho de 2010

VICENTE NERY PEDE TÍTULO DE CIDADÃO TABIRENSE AO PREFEITO DINCA


Durante o show de ontem (28), o cantor da Banda Cheiro de Menina, Vicente Nery, pede ao prefeito Dinca o Título de Cidadão tabirense, alegando gostar muito da cidade.
Com muita satisfação, o prefeito respondeu: " Você merece, Vicente! Tem muito trabalha prestado em Tabira!"

Quanto ao título, nada contra. É uma forma de homenagear alguém que preza a cidade.
Porém, quanto aos trabalhos prestados, acredita-se que a população desconhece. 

 Fazer festa, a prefeitura pagando um contrato caríssimo, é trabalho prestado? Perguntar não ofende!


6 comentários:

geomarta disse...

essa eu gostei!kkkkkkkkkkkkkkk

Danyela disse...

oxxxeeeeeeeee... deputado vicente Nery???????? sei lá, nunca ouvir falar.é mais o polític "imaginário"????????????? aguenta Tabira.......

Diana Gonçalves disse...

Era só o que faltava! Se for pra homenagear alguém com um Titulo de Cidadão Tabirense só pelas festas, quem merece são os artistas, como Irah Caldeira, que se apresenta na Missa do Poeta, e me corrijam se eu estiver errada, não cobram esses cachês altíssimos, e ainda cantam música de verdade.

Juliana Viana disse...

Assim como comentei sobre a iniciativa de promover um Circuito do Frio na região da Borborema, gostaria também de comentar sobre a Festa da Padroeira de Tabira que há anos pede mudanças.

Falo da Festa da Padroeira, pois agosto/2010 está chegando e gostaria muito de ver nossa cidade crescer de verdade.

Está na hora da Secretaria de Cultura criar uma proposta de valorização das singularidades do município, montando uma programação que vai além da fórmula de uma banda de forró e grandes palcos.

Ao contrário, a Secretaria de Cultura deveria apostar numa festa com oficinas de arte, mostras artísticas, peças de teatro, espetáculos de dança e exposições a fim de garantir a circulação de bens culturais no interior, atraindo turistas e gerando emprego e renda de maneira sustentável.

A partir do momento que a Secretaria de Cultura pensa realmente em elevar a cultura regional, apoiando os jovens em uma nova realidade, criando grupos populares de dança, música, caboclinhos e rítimos diversificados, muda-se também uma realidade, abrindo portas de esperança para quem muitas vezes vive aquém.

Juliana Viana.

Juliana Viana disse...

Assim como comentei no Blog Tabira Hoje sobre a iniciativa de promover um Circuito do Frio na região da Borborema, gostaria também de comentar sobre a Festa da Padroeira de Tabira que há anos pede mudanças. Agosto está chegando e provavelmente mais festas de forró estilizado e com cachês altíssimos irão reinar.

Está na hora da Secretaria de Cultura criar uma proposta de valorização das singularidades do município, montando uma programação que vai além da fórmula de uma banda de forró e grandes palcos.

Ao contrário, a Secretaria de Cultura deveria apostar numa festa com oficinas de arte, mostras artísticas, peças de teatro, espetáculos de dança e exposições a fim de garantir a circulação de bens culturais no interior, atraindo turistas e gerando emprego e renda de maneira sustentável.

A partir do momento que a Secretaria de Cultura pensa realmente em elevar a cultura regional, apoiando os jovens em uma nova realidade, criando grupos populares de dança, música, caboclinhos e rítimos diversificados, muda-se também uma realidade, abrindo portas de esperança para quem muitas vezes vive aquém.

Juliana Viana.

Juliana Viana disse...

Importante salientar que não estou aqui para criticar as Bandas que fazem parte da programação.

O comentário serve apenas de apelo aos responsáveis pela cultura da cidade, torcendo como tabirense que sou, para que Tabira não se tranforme em uma cidade que apenas apresenta bandas de forró e que se esquece de suas raízes e da sua própria identidade.

Cultura se faz dia a dia, com projetos que elevam um povo.

Forró também é cultura, claro, assim como várias outras coisas que podem ser apresentadas quando se tem visão.

Juliana Viana.