Anucie sua empresa

Anucie sua empresa

sábado, 10 de abril de 2010

DEDÉ MONTEIRO PARTICIPA DE MANIFESTAÇÃO EM FRENTE A CHESF


O poeta Dedé Monteiro participou, esta semana, da manifestação contra os atos do governo em relação a CHESF -Recife.

VAMOS DEFENDER A CHESF

Esta mobilização
Demorou a começar.
Mas pegou! E, pelo jeito,
A coisa vai esquentar...
E eu venho com todo amor,
Pedir ao governador
Que se apresse em se informar...

Passei a Semana Santa
Rezando feito um maluco,
Pra ver se Eduardo Campos
Se inspira em Joaquim Nabuco
E exige que a nossa empresa
Permaneça forte e acesa,
Sem sair de Pernambuco!



Porque se o “neto de Arraes”,
Força que ninguém calcula,
Quiser salvar nossa CHESF,
É só declarar pra Lula:
“Ouça o que estou lhe dizendo:
Nosso time está vencendo,
Então, por favor, não bula...!”

Se a “turma” que está calada,
Que até aqui não se impôs,
Gritasse “NÃO!” novamente,
Igual a 2002,
Talvez a Eletrobrás,
Além de voltar atrás,
Se desculpasse depois.

Sérgio Guerra, Magalhães,
Jarbas, Marco Maciel
E empresários importantes,
Cumprem, de forma fiel,
O papel de defender
Quem sempre nos fez crescer
Cumprindo bem seu papel!

Junto aos heróis chesfianos,
Também estão no duelo:
Paulo Rubem Santiago,
Lutador sem paralelo;
Maurício Rands (um abraço!);
Fernando (de) Ferro e aço
E o vate Maciel Melo!


Mestre João Paulo Aguiar
Pede justiça e defesa.
Até “Calado” falou
Pra defender nossa empresa.
Mas, alheio a tanta afronta,
“Da Conti” não se dá conta
E apóia essa safadeza!

Como é que uma empresa forte,
Tão lucrativa e sadia,
Que apóia a nossa cultura
E a arte que o povo cria;
Que só defende o que presta,
Como é que uma empresa desta
Perde a sua autonomia?

A CHESF, sem exercer
Seu poder de decisão,
Deixará mais pobre ainda
Nossa pobre região.
Tudo ficará no Rio...
Por isso eu queimo o pavio
Da lamparina do “NÃO!”

Os estados nordestinos
Perderão em disparada.
Se os cariocas quiserem
Que agente perca a parada,
Depois desse louco estudo,
Ficarão com quase tudo,
E a gente com quase nada...

Por isso eu faço um apelo
A Lula, o nosso Pajé:
- Se a CHESF quer trabalhar
E ainda merece fé;
Se as demais estão perdidas,
Por que não fecha as falidas
E deixa CHESF de pé?

Que Eduardo se decida,
Eu, ansioso, inda aguardo.
Porque se a CHESF ficar,
Igual um filho bastardo,
Pode jurar que, depois,
Vão faltar votos pra dois:
Pra Lula e pra Eduardo...
Dedé Monteiro

Nenhum comentário: