Anucie sua empresa

Anucie sua empresa

terça-feira, 23 de março de 2010



LOURO DO PAJEÚ: O REI DOS TROCADILHOS


Lourival Batista Patriota, nasceu em janeiro de 1915, município( na época) de São José do Egito.
Considerado o Rei dos trocadilhos, pela forma como improvisava e pelo raciocinio rápido em dar respostas ao cantadores parceiros.

Certa vez, em resposta a Canhotinho, companheiro de cantoria, que terminou sua estrofe dizendo: Já sinto o peso dos anos / querendo roubar-me a paz.

Louro pagou assim:

 Eu já não suporto mais
Do tempo tantas revoltas
Prazer, por que não me prendes?
Mágoa, por que não me soltas?
Presente, por que não foges?
Passado, por que não voltas?


João Paraibano, gabando-se da sua juventude, disse:

Você tem 64 / Eu só tenho 26.  

Demonstrando grande rapidez de raciocínio, Lourival calculou e desceu a lenha:


Você só tem 26,
Ainda é forte na rima.
Eu tenho 64
É o que me desanima:
Duas vezes 26,
Com mais uma dúzia em cima.


Louro, ao glosar um mote dado pelo poeta Raimundo Asfora:

Senti das paixões abalos
E desesperos medonhos
Sonhos, sonhos e mais sonhos
Sem jamais realizá-los
Na fronte senti os halos
Das auras da juventude
Mas nunca tive a virtude
De dormir entre dois seios
Não tive amores, sonhei-os
Mas possuí-los não pude.

 


Nenhum comentário: